8

Reencontro

“É fascinante como algumas pessoas tem um efeito tão grande sobre nós.

Podem passar-se dias, semanas ou até mesmo meses sem que estejamos com elas.

Mas quando reencontramos certas pessoas, que nalgum momento marcaram a nossa vida,

ficamos com aquele frio na barriga, perdemos até mesmo a fala por alguns instantes.

O coração acelera e sentimos um aperto no peito.

Inevitavelmente lembramos-nos de tudo o que um dia já foi vivido.”

Xana Ribeiro

(blog: Pensamentos Soltos)

Anúncios
23

As coisas simples.

“Restam as coisas simples. São as mais belas. Por exemplo o haver uma pessoa que goste de outra. Isto é o mais belo de tudo o que há no mundo por mais que se procure por todo o lado. O que é que quer dizer uma menina gostar de um menino ou um menino gostar de uma menina? Quer dizer: fazerem tudo um pelo outro. O tudo é que pode ser maior ou mais pequenino. E o que quer dizer um menino gostar de uma menina que também gosta desse menino? Isso é o fim do mundo.
De vez em quando, muito de vez em quando, há o fim do mundo. O mais engraçado é que ninguém nota.”

Pedro Paixão in “Histórias Verdadeiras”

sjdnklxakijd

22

Actividades para fazer a dois (Parte 1)

  • Acampar em casa

imagem

Montem a tenda na sala (ou no jardim) e finjam que estão no meio da floresta, leiam contos de terror e durmam bem juntinhos.

  • Passear 

ensaios fotográficos, julio trindade, fotografia de casamentos, florianópolis, casal na praia, premio wedding brasil, finalista premio wedding brasil, são francisco do sul, fotografia de casais em sc, (16)

imagem

Voltem ao lugar onde foi feito o pedido de namoro, onde deram o primeiro beijo.

Passem uma noite noutro lugar (escolham um hotel, pensão, apartamento, hostel, parque de campismo,…) e visitem os lugares à volta (parque da cidade, praia, cafés, museus, igrejas, exposições…).

“Peguem” no carro (ou qualquer outro meio de transporte) e visitem lugares perto de vocês que ainda não tenham visitado ou lugares que gostem.

E porque não uma caminhada? Escolham um percurso pedestre e descubram as belezas que a natureza tem para dar.

Passear à beira mar ou ficar deitado a ver as estrelas, há algo mais agradável e romântico?

  • Saídas Nocturnas

Vão até ao salão de chá, a um bar com um ambiente calmo, vão dançar, vão a um concerto,…algo que os dois gostem. Vistam-se bem e divirtam-se a dois ou a quatro – num encontro duplo.

  • Joguem

casal-jogando-videogame32340

imagem

Há imensas opções: jogos de computador/playstation, mini-golf, ténis, jogos de tabuleiro, andem a cavalo,…

Podem sempre fazer competições e estipular prémios (quem perder lava a louça, quem ganhar ganha umas massagens)

  • Leiam e escrevam

 couple reading

imagem

Leiam o jornal, uma revista, um livro de poesias, algo que ambos gostem.

(leiam um para o outro)

Inventem histórias juntos, rescrevam a vossa história.

Podem fazê-lo em casa, antes de dormir, podem fazê-lo na praia, numa esplanada, no parque da cidade.

(aproveitem e levem petiscos, música e máquina fotográfica)

  • Sessão fotográfica

Combinem com outros casais e tirem fotos uns aos outros ou utilizem o modo temporizador e tirem fotos a vocês próprios, abusem das selfies ou recorram a um fotógrafo profissional.

  • Feiras

DSC_4762

imagem

Desde feiras medievais, feiras gastronómicas, parques de diversão,…opções não faltam. Passem uma tarde ou noite diferente e tirem fotografias, muitas.

sjdnklxakijd

52

Prenda de Natal para o namorado

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Agenda 2015:

Ideias de momentos a dois para cada mês.

Janeiro: cozinhar nova receita e fazer sessão fotográfica a dois

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Fevereiro: fantasia de Carnaval juntos e desenhar o retrato um do outro com a mão esquerda

Março: ir ao teatro e ir à Feira de Março (para andar nos carros de choque)

Abril: fazer um mapa a marcar todos os lugares a que já fomos e pesquisar e anotar todos os lugares a que queremos ir

Maio: lançar papagaio e fazer picnic

Junho: dar uma volta pela Ria no Moliceiro e jantar num lugar especialOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Julho: guerra de pistolas de água e andar de balancé

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Agosto: ver o nascer do sol, fazer o pequeno almoço, comer na cama e ver desenhos animados

Setembro: ir patinar – Palácio do Gelo – e ir às compras

Outubro: decorar abóboras e fazer lista das coisas pelas quais estamos gratos

Novembro: lareira + marshmallows + chocolate quente + castanhas assadas e ler juntos

Dezembro: passear de carro à procura de luzes de Natal e decorar a árvore juntos

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Calendário:

Feito por mim com marcação dos dias especiais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Embrulho:

Uma carteira da Cavalinho castanha.

Many Bags

Postal

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Letra de uma música: Atreyu – This Flesh a Tomb (clica para ler a letra e a tradução)

28

Porque se matam as saudades

“Não sonhas. Morres um pouco de manhã e ao meio dia quando o sol mais queima. Tens de continuar. Tens de esquecer. Não aguentas mais. Tens de acabar, matar, recomeçar a viver. Só que ela está presa por dentro e tu agarrado a ela por um nó da garganta e não sabes o que deves deitar fora, arrancar, vomitar para que ela te saia de dentro. Sais à noite com definitivos propósitos de não voltares sozinho. Compões dentro da cabeça uma mulher com um bocadinho disto e um bocadinho daquilo e esperas que bata certo. Levas um bocado de tecido rasgado e queres encontrar o todo. Mas não encontras ninguém. Pior, encontras alguém que te vem provar sem remissão que não a vais substituir tão facilmente porque não há nada no mundo inteiro depois dela senão um deserto de tempo que se estende à tua frente onde tudo se torna insignificante e pequenino. Começas a beber, a fazeres-te mal, porque estás triste e não acreditas em nada senão na dor. Queres morrer e não podes e nem sequer coragem tens para te matar. E quando ainda pensas poder voltar atrás, também sabes que não é possível voltar atrás porque tu estás num mundo e ela noutro, os dois que tão depressa se afastam, encerrados em planas fotografias em que estão abraçados e nus e já não somos nós.”

Pedro Paixao in Nos Teus Braços ” , 1998

23

Excerto sobre o Amor

“É, afinal, o que se passa em toda e qualquer actividade, nenhum acto, considerado em si e por si mesmo, é belo ou vil, tal como as nossas ocupações de agora – beber, cantar, conversar… -, nenhuma delas têm só por si mesmas qualquer beleza. O que determina essa qualidade num acto é o seu modo de realização: se o realizamos de forma bela e digna, ele resulta belo, em caso contrário, vil. Assim acontece quando amamos: nem toda a espécie de amor é bela e digna de elogios, mas apenas aquela que nos incita a amar com nobreza.

(…)

o amor que restabelece o nosso estado original e procura fazer de dois um só, curando assim a natureza humana.”

Platão in O Banquete

59

Potes de Amor

Fiz uns cartões giros com ‘coisas que adoro em ti’

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe seguida, do outro lado do cartão, enumerei as coisas que adoro nele:

  • ver-te com barba…ficas ainda mais giro;
  • ter-te na minha vida desta forma;
  • as tuas covinhas fofinhas;
  • ver-te rir por algo parvo que eu disse;
  • que me enchas de beijinhos;
  • o teu sorriso maroto;
  • a forma como me agarras forte;
  • a forma apaixonada como me olhas;
  • o teu ar fofinho.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Colei uns fios aos cartões e de seguida prendi-os a outro pedaço de cartão

OLYMPUS DIGITAL CAMERA   OLYMPUS DIGITAL CAMERAPara finalizar colei a uma tampa de um pote de vidro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E podemos sempre adicionar alguns doces, como gomas. E fica um presente bem diferente.