Contigo.

“Ao teu lado tudo é perfeito, os problemas são mais fáceis de superar, a chuva é uma dança e a tempestade um brilho pertencente à vida.

Ao teu lado a música faz ainda mais sentido, quando danço no teu abraço e te canto uma canção que parece não ter fim. Nessa canção canto todas as minhas amarguras e deixo-me cair no esquecimento de todos os sentimentos pesados que me invadem e não me fazem prender-te em mim, mas perder-te.
Não quero afastar-me de ti, senão serei a cantiga amargurada que sozinha não é balada nem diversão.
Vem, abraça-me com esse sorriso que me faz acreditar que a vida é o que quisermos e que os nossos sonhos não têm fim.
Deixa-me permanecer aí até partirmos nessa viagem que ninguém conhece o seu destino.”

Carolina Cruz – blog Gesto Olhares Sorriso

sjdnklxakijd

Advertisements

5 thoughts on “Contigo.

  1. MANHÃ DO ECLIPSE PARCIAL
    25/03/2015 BCARMO42 PUBLICAR UM COMENTÁRIO EDITAR
    Bem cedo na manhã do eclipse , Fui ao alto da Penha de França , Ao fim duma rampa inclinada , Cheguei cansado com a andança ,Perto duma curva asfaltada , Em seguida um Largo com um jardim , Na forma duma meia elipse , Tem um grande reservatório , Mesmo ao lado duma Igreja , Ambos dominam o Miradouro , Poucos visitam este “tesouro” , Não estará no repertório ? Eu aconselhava que o veja , Sentados um casal de turistas , Iam apreciando as vistas , De Lisboa até ao Barreiro , (Não tenho a certeza mas arrisco) , Foi minguando a sombra no disco , Até ficar a luz por inteiro , Muito mexido um cão pequeno , Nem ladrava boas maneiras , Não havia vento ar sereno , Nem se mexiam as oliveiras , Fiz um vídeo do Sol para mim .

    Gostar

  2. MADRUGADA …
    13/04/2015 BCARMO42 PUBLICAR UM COMENTÁRIO EDITAR
    Há badaladas das quatro horas , Uma luz azul no meio da Ria ,É este o rumo certo do Canal ,

    Barcos andam na faina da pesca ,Ainda há luz da Lua Cheia , Já vai baixa quase no Poente ,Predomina grande silêncio ,

    Vai subindo o nível da maré , Cantam aves marinhas no pontão , Chegam mais algumas voando ,

    Por vezes um barulho ecoa , O meu Amor ficou em Lisboa , Ainda vive a Natureza , Quase em estado de pureza ,

    Não admira que a “Realeza” , Tenha escolhido a Teresa , A Luz da Lua vai minguando , O nascimento do Sol chegando .

    About these ads
    Occasionally, some of your visitors may see an adver

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s