Séries 2014: Drama (Parte 2)

Recomendo

  • Gotham

Crime e Drama | Avaliação: 4+

  • The Knick

Drama | Avaliação: 4

  • Believe

Drama e Fantasia | Avaliação: 4

Agradável

(clica nos nomes para ver o trailer da série)

Indiferente

Notas finais:

  • Vi todas séries, pelo menos um episódio;
  • A avaliação quanto ao género é igual à usada no Wareztuga;
  • A avaliação (pontuação) é a minha opinião geral, baseada no meu gosto pessoal;
  • Esta rubrica (que está dividida em sete partes) contém a maioria das séries lançadas em 2014.

Já viste alguma destas séries? O que achaste? 

sjdnklxakijd

Anúncios

37 thoughts on “Séries 2014: Drama (Parte 2)

  1. Estava acompanhando Gotham, achando legal, assisti até episodio 6 ou 7, até que encheu o saco kkkkk começei a procrastinar enquanto assistia a série e desisti, rs.

    Vou dar uma olhada nas suas dicas.
    Beijo, ótimo final de semana
    |Blog ° WL Store|

    Gostar

  2. Gotham, para mim, é a melhor série que vi em 2014 (considerando que é uma das poucas que não foi cancelada).
    Eu adorava Believe, mas, como tantas outras, não tem sequencia também hehe

    Gostar

    • Gotham está extraordinária, mesmo 🙂 Salem para mim foi a melhor (não foi cancelada também) seguida de Gotham, que está fantástica mesmo.
      Houve séries engraçadas que foram canceladas…não entendo…
      Beijocas*

      Gostar

  3. Gosto de Stalker. Tem a dose certa de mistério e ação. Bem, podia ter mais!
    The Leftovers, ui que seca 😦
    The Affair tem a ousadia e erotismo que aprecio mas por vezes é algo confusa. Sobretudo, se com problemas estamos no nosso quotidiano, dos quais não nos conseguimos abstrair.
    Looking vi apenas 2 episódios mas como gosto do diferente e irreverente, yes!

    Gostar

    • Achei chato o Stalker, the leftovers concordo que também é uma seca gigante, the affair está engraçado, mas também nada de especial (falarei sobre ele na terceira parte xD)
      Looking está giro, controverso, diferente, mas interessante 🙂
      Então muitos problemas dos quais não te consegues abstrair?
      Beijocas*

      Gostar

      • O luto,… O 2.º luto que nem sabia existir. Embora esteja a trabalhar numa escola equidistante de Viseu e Coimbra, quem entende que ver uma pessoa apodrecer, cheia de hemorragias e com gemidos que cortam “o coração” deixa marcas? Todos pensam ser um alívio, pelo que entendi nos poucos dias que aguentei sem pôr atestado. E só estou a falar de um pouco da história. Bjs

        Gostar

      • É bastante natural que deixe marcas, somos seres empáticos, ver os outros a sofrer tende a magoar-nos, e é normal reviver isso várias vezes.
        Entendo o alivio no sentido: é preferível que não esteja cá a sofrer. O que não significa que seja fácil aceitar e ‘esquecer’ o que se presenciou.
        Acho que é melhor estar a trabalhar, tentar ocupar a mente, do que estar em casa a pensar nas coisas. Quando se tem excesso de tempo para pensar, não é propriamente bom…
        Beijocas e abracinho ***

        Liked by 1 person

      • Tens toda a razão. Não tivesse eu, no trabalho, uma sobrinha dele, que me estimulou, ainda mais, todo este processo. Como nada sentiu nem nunca o viu, embora fingisse entre colegas que sim, antes de uma reunião tentou apunhalar-me de tal forma. Aliás, continuou a tentar fazê-lo durante. Foi mais uma rotura! Outra borracha que passei. Bjs

        Gostar

      • Pessoas a quererem deixar os outros mal…acho que é o prato do dia…então nas empresas….é uma loucura. Tudo funcionaria melhor se se ajudassem. Enfim, não sei da história, mas sei que o melhor é não ligar.
        “A escuridão não pode expulsar a escuridão, apenas a luz pode fazer isso. O ódio não pode expulsar o ódio, só o amor pode fazer isso.”
        Martin Luther King 🙂
        Beijocas*

        Liked by 1 person

      • As escolas, desde a Luluzinha tornaram-se empresas. É tudo igual!!!

        A situação, nas entrelinhas, relatei aqui https://sonhosdesencontrados.wordpress.com/2014/12/21/adeus-pai-3-ontem-e-hoje/

        Excelente e verídica a frase que indicaste. Mas, por enquanto estou mesmo “destrambelhado”. A única coisa boa prende-se com o quase não comer. De resto, estou agressivo, impaciente, não durmo, sinto-me impotente (descentralizando toda a situação da figura do meu pai, quantos irão morrer pelo mesmo processo, quantos continuarão a ser estudados na faculdade com uma morte acelerada mas com sofrimento, ficando as prof.as dr.as impunes? E eu aqui, sem nada poder fazer a não ser escrever), usado,… Enfim, 1 semana e penso estar UP. Mas tal como dizes, passarei a ser alguém que “não liga” ou melhor dizendo, alguém indiferente. Afinal, sempre conheci os defeitos da minha terra e apenas para cá vim lecionar dada a doença dos meus pais. Nunca foi minha intenção fazer parte de uma “cidade” de aparências, que vive ainda de cunhas e máscaras. Não, prefiro vilas e cidades da Serra da Estrela que contacto têm com estrangeiros e imigrantes. Bjs

        Gostar

      • Tens de descarregar essa raiva, vai correr, manda uns murros a alguma coisa, faz exercício, escreve, mete música aos altos berros e canta a gritar com eles, chora, parte um prato,… Somos todos diferentes, todos temos diferentes formas de lidar com a pressão, com a raiva, com o sofrimento. Se gostares de fazer exercício, aconselho, ajuda imenso, e pode ser que tenhas fome, porque faz mal não comer. Nem que seja um pão e uma fruta ou um iogurte. Nisso tens de fazer um esforço.
        Na minha opinião o melhor é não dar importância a determinadas coisas que não merecem o nosso tempo e a nossa paciência.
        E de resto, tens de encontrar coisas que te façam sentir bem.
        Eu moro numa aldeia em que toda a gente sabe a vida uns dos outros – até sabem coisas a mais. É horrível. Mas aprende-se a não ligar a comentários nenhuns. Porque conflitos à custa do ‘diz que disse’ é o prato do dia..

        Gostar

  4. Bom… tu estás a tentar “desorientar-me”….. ahahah!
    Fiquei interessado em algumas delas!
    The Musketeers ; The Honourable Woman ; Halt and Catch Fire. 🙂

    Das primeiras… Gotham comecei a ver, mas parei (pode ser que retome)… e Believe, sendo do criador de Fringe, está na minha lista há algum tempo para ver… pode ser que meta a sacar agora. 😀

    Beijocas 😀

    Gostar

  5. Gotham fora de dúvidas, está excelente! Das séries listadas das que vi para além de Gotham foi The Musketeers que honestamente vi os primeiros episódios da primeira season e achei muito fraquito. Mas foi renovada a season, se calhar aquilo dá uma volta para melhor. 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s