A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe.

” Mas o mais corajoso homem entre nós tem medo de si próprio. A mutilação do selvagem sobrevive tragicamente na autonegação que nos corrompe a vida. Somos castigados pelas nossas renúncias. Cada impulso que tentamos estrangular germina no cérebro e envenena-nos. O corpo peca uma vez, e acaba com o pecado, porque a acção é um modo de expurgação. Nada mais permanece do que a lembrança de um prazer, ou o luxo de um remorso. A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe. Se lhe resistirmos, a nossa alma adoece com o anseio das coisas que se proibiu, com o desejo daquilo que as suas monstruosas leis tornaram monstruoso e ilegal. Já se disse que os grandes acontecimentos do mundo ocorrem no cérebro. É também no cérebro, e apenas neste, que ocorrem os grandes pecados do mundo.

Oscar Wilde, in “O Retrato de Dorian Gray”

sjdnklxakijd

Anúncios

20 thoughts on “A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe.

  1. É um típico texto da época pós-moderna, adeus à discíplina do alma e da mente, mas a do corpo está em auge… O pecado não é uma escolha que fazemos boa ou má… pecado para mim é uma possibilidade… sem a qual não há liberdade alguma. Se o pecado for uma escolha, um ato, nos perderemos no determinismo. Tentação para mim não existe… o que existe são meus sonhos, desejos, anseios, planos e intenções. Todos eles posso disciplinar para tomar o caminho mais justo possível. Abrs

    Gostar

    • Eu acredito em tentação, pois considero-a um desejar de forma descontrolada, um desejar mais forte, digamos assim. E quando desejamos de forma irracional algo, torna-se difícil esconder e controlar.
      Concordo que temos de disciplinar as nossas vontades e desejos. Mas é verdade que a tentação não morre, por mais tempo que passe.
      O pecado para mim é coisa que não existe, claro que há coisas menos correctas, só isso. 😀
      Beijocas*

      Liked by 1 person

  2. O pensar é o gerador e nele podemos ou não por na prática viva presente ou apenas guarda-los e só os por em práticas na própria mente. Abandonar tabus é fácil, difícil é defender-se da ira dos que do tabu regem como regra. Nada em excesso é tão bom quanto o que é regrado, logo conclui-se que tudo na vida é permitido bastando para tanto conhecer a regra básica, plantou tem a obrigação de colher.
    🙂

    Gostar

    • Sem dúvida, se soubermos nos regrar tudo se torna melhor na nossa vida. Mas, pondo de parte a moralidade, este excerto é uma verdade gigante, porque por mais regrados que sejamos, a tentação é um bichinho que só morre depois de cedermos à tentação. Mas, isso não quer dizer que seja o mais correcto 🙂
      Beijocas*

      Liked by 1 person

  3. Reblogged this on Yet another blog and commented:
    E, de repente, encontramos nossos próprios pensamentos, sob a forma de grandes obras literárias, escritas por nossos ídolos e citadas por pessoas que não conhecemos, em algum lugar do mundo.
    Obrigada, Vanessa. 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s