Sugestão: Músicas Portuguesas – Parte 2

Pólo Norte – Deixa o Mundo Girar

“Quantas vezes vais olhar para trás
Estás preso a um passado que pesou
Quantas vezes vais ser tu capaz
Fazer sair quem por engano entrou

Abre a tua porta
Não tenhas medo
Tens o mundo inteiro
À espera para entrar”

Pedro Abrunhosa – Eu Não Sei Quem Te Perdeu

“E pediu-me
Que lhe levasse o medo,
Eu disse-lhe um segredo:
“Não partas nunca mais”.

(…)

E uma asa voa
A cada beijo teu,
Esta noite
Sou dono do céu,
E eu não sei quem te perdeu.”

Ornatos Violeta – Ouvi dizer

“E ao que eu vejo,
Tudo foi para ti
Uma estúpida canção que só eu ouvi!
E eu fiquei com tanto para dar!
E agora
Não vais achar nada bem
Que eu pague a conta em raiva!
E pudesse eu pagar de outra forma!

Ouvi dizer que o mundo acaba amanhã,
E eu tinha tantos planos pra depois!
Fui eu quem virou as páginas
Na pressa de chegar até nós;
Sem tirar das palavras seu cruel sentido!
Sobre a razão estar cega:
Resta-me apenas uma razão,
Um dia vais ser tu
E um homem como tu;
Como eu não fui;
Um dia vou-te ouvir dizer:
E pudesse eu pagar de outra forma!”

The Gift – Primavera

“E se inventado, o teu sorriso for
Fui inventor
Criei um paraíso assim

(…)

Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver te sorrir.”

Xutos e Pontapés – O Homem do Leme

“E mais que uma onda, mais que uma maré

Tentaram prendê-lo impor-lhe uma fé
Mas, vogando à vontade, rompendo a saudade
Vai quem já nada teme, vai o homem do leme

E uma vontade de rir, nasce do fundo do ser
E uma vontade de ir, correr o mundo e partir
A vida é sempre a perder”

Advertisements

21 thoughts on “Sugestão: Músicas Portuguesas – Parte 2

  1. pepezinhaaa,

    Acrescento… 😉 – não leves a mal !

    Quando amanheces,logo no ar,
    se agita a luz sem querer,
    e mesmo dia,vem devagar,
    para te ver.
    E já rendido,vê-te chegar,
    desse outro mundo só teu,
    onde eu queria, entrar um dia,
    pra´ me perder.
    p´ra me perder, nesses recantos
    onde tu andas, sozinha sem mim,
    ardo em ciùme desse jardim,
    onde só vai quem tu quiseres,
    onde és senhora do tempo sem fim,
    por minha cruz, jóia de luz,
    entre as mulheres.
    Quebra-se o tempo, em teu olhar,
    nesse gesto sem pudor,
    rasga-se o céu, e lá vou eu,
    p´ra me perder.
    P´ra me perder, nesses recantos
    onde tu andas sozinha sem mim,
    ardo em cíume desse jardim
    onde só vai quem tu quiseres
    onde és senhora do tempo sem fim,
    por minha cruz, jóia de luz
    entra as mulheres…

    Beijo,
    José

    Liked by 1 person

  2. Eu ADORO os Pólo Norte, foi uma pena terem-se separado, também gosto do Miguel Gameiro a sólo, mas não é a mesma coisa.
    No ano passado fui a um mini concerto dele na RFM, ele é muito simpático, até tirei foto com ele, e tenho um autógrafo….. 🙂
    E o melhor é que ele e fez comida para o público comer depois do concerto. 🙂
    Beijos.
    Ana Silva.

    Liked by 1 person

    • A sério? Que atencioso da parte dele ter feito comida para as pessoas. 😀
      A solo nunca é a mesma coisa, eu acho. Todas as bandas que se separaram e os artistas fizeram algo a solo eu não gostei tanto. Silence 4 (David Fonseca), Guano Apes (Sandra Nasic), SOAD (Serj Tankian)…são bons exemplos disso.
      Eu também sempre tive um carinho pelos Pólo Norte e era uma daquelas bandas que eu ouvida quando era criança.
      Beijocas querida*

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s